sábado, 25 de dezembro de 2010

NÃO HÁ DE SER EM VÃO

O discurso não vence
o canhão, mas convence
quem aperta o botão.
  

sábado, 18 de dezembro de 2010

OLEPARTNOC A

Contra? Contra quem?
Os pelos, os rios,
os ventos, o chão,
os rastros, os fios?

Contra? Contra quem?
A ordem, a lei,
toda exploração,
os nobres, o rei?

Contra? Contra quem?
O deus, o sistema,
a voz do patrão,
os signos, o lema?

Contra? Contra quem?
Os mesmos, os outros,
a cor, a exclusão,
os 'ismos', os rótulos?

Contra? Contra quem?
A modernidade,
a luz, a razão,
o sim, a verdade?

Contra? Contra quem?
o som, a grafia,
a lâmina à mão,
a prosa, a poesia?
  

sábado, 11 de dezembro de 2010

INTER-(OU ASTRO)-NAUTA

Ele não gostava muito da rua,
gostava de viajar para a lua.

A sua viagem é bem arriscada,
pois a sua conexão é discada.

Sonhava em ser um astronauta,
enquanto vivia de internauta.

Ele necessitava de um abrigo,
pois faltava-lhe algum amigo.

Ele queria conhecer o espaço,
um ET para lhe dar um abraço.

No computador, era um mestre,
só não via um extraterrestre.

Ele gostaria de ser abduzido,
para, enfim, ser reconhecido.

Achava que poderia ser legal,
se vivesse no espaço sideral.

Sempre será alegre ao sonhar,
porém, triste quando acordar.

Enquanto isso, seu maior amor
ainda é seu amigo-computador.
  

sábado, 4 de dezembro de 2010

NO DOMINGO DE SILVIO SANTOS

No domingo de Silvio Santos
meu telefone começa a tocar,
e quando eu olho no display
era você me ligando a cobrar.
Pensando ser algo importante
atendo sua descarada ligação
mas quando vejo a besteira...
“Compra uma porra d’um cartão!”
É a última frase que eu digo,
ser convidado para o cinema
pra assistir filme americano
e ainda pagar pelo telefonema
é um chute certeiro no saco
que já está cheio com Faustão
e outras porcarias dominicais
que nunca saem da televisão.
Um perfume de terra molhada
anuncia a chuva em meu jardim,
agora fudeu tudo, com a chuva
o jardim nem precisa de mim.
E só agora começo a perceber,
com o meu jardim satisfeito,
que nesse domingo de chuva,
ir ver cinema seria perfeito.